O empate contra o Emelec e nosso eterno vício em adrenalina - FalaGalo Skip to content